Embalagens:

Embalagens::

Bobina: 1 metro de largura por 10 metros de comprimento.

Paletes de 25 bobinas de manta 3 kg – 250 m2

Paletes de 25 bobinas de manta 4 kg - 250 m2

Betumanta PP

DESCRIÇÃO

Betumanta PP – 30 e 40 são mantas asfálticas pré-fabricadas com asfalto modificado com adição de polímeros, estruturada com não tecido de filamentos contínuos de poliéster resinado.

 

CARACTERÍSTICAS

Parâmetros

Unidade

Tipo II

Peso *

Kg*

3 e 4

Resistência à tração longitudinal e transversal (mínimo)

N

180

Alongamento na longitudinal e transversal (mínimo)

%

2

Absorção d'água (máxima)

%

1,5

Flexibilidade à baixa temperatura

°C

Classe C = 0

Resistência ao impacto

J-Joule

2,45

Escorrimento ao calor (mínimo)

°C

95

Estabilidade dimensional (máxima)

%

1

Flexibilidade após envelhecimento (mínimo)

°C

Classe C = 10

Estanqueidade (mínimo)

m.c.a

10

Resistência ao rasgo (mínimo)

N

100

Nota: * Produto não atende ao quesito espessura da Norma 9952:2014.

 

Normas de referência

NBR 9952:2014 – Mantas Asfálticas para impermeabilização

NBR 9575:2010 – Impermeabilização – Sistemas e projetos;

NBR 9574:2008 – Execução da impermeabilização.

 

VANTAGENS

Fácil aplicação

Alto poder de aderência ao substrato

Flexibilidade e durabilidade

Fácil manutenção

 

USO

Betumanta P-30 e 40: para lajes de coberturas de pequena dimensão, áreas frias como banheiros, lavabos, cozinhas, áreas de serviços, sob telhado, pisos de barrilete, barreira de vapor e no sistema de dupla manta.

 

Para outras utilizações consulte o departamento técnico (betumat@betumat.com.br)

CONSUMO

Betumanta P 30 – 40: 1,15 m²/m² considerando sobreposições e perdas por recortes.

 

FERRAMENTAS DE APLICAÇÃO

Maçarico a gás GLP, rolete, espátula ou colher de pedreiro de ponta arredondada, rolo de lã de carneiro, trincha, brocha ou vassoura de pelos macios para aplicação do “primer”.

 

PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE

Antes de iniciar a aplicação do produto é necessário regularizar as áreas e o arredondamento dos cantos vivos. A superfície deve estar limpa, isenta de óleos, graxas ou quaisquer partículas soltas. Se necessário lavar a área com jato d’água de alta pressão ou com uma escova de aço e água.

A regularização deve ser executada com argamassa de cimento e areia média, traço 1:3, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva Betupas ou Fixomat AR Plus e 2 volumes de água, com caimento mínimo de 1% em direção aos ralos ou condutores de água e espessura mínima de 2 cm.

Os ralos devem ser rebaixados em 1 cm de profundidade, com área de 40x40cm e suas extremidades chanfradas.

Os ralos e demais peças emergentes deverão estar adequadamente fixados de forma a executar os arremates.

 

APLICAÇÃO DO PRODUTO

Após 72 horas de cura da argamassa de regularização, aplicar de forma homogênea uma demão de “primer” Betucreto, Betuprimer Plus ou Betufrio, este último deve ser diluído com 30% de água.

Para o alinhamento correto, desenrole as bobinas da manta no sentido dos ralos para as cotas mais elevadas, atente para o alinhamento e a sobreposição mínima de 10 cm no comprimento e largura, recobrindo toda a área a ser impermeabilizada, rebobinando-as novamente.

No encontro entre os cantos e substratos, a manta deverá subir na vertical 30 cm acima do piso acabado.

Utilizando gás de GLP, direcione a chama do maçarico para aquecer simultaneamente o substrato imprimado e a face de aderência da Betumanta P-30 e 40, pressionando a manta do centro em direção às bordas, eliminando eventuais bolhas de ar.

Execute selamento das emendas das sobreposições com o auxilio de roletes, espátula ou colher de pedreiro de ponta arredondada.

Adotar os cuidados necessários para que a intensidade da chama não danifique a manta asfáltica e proporcione a adequada aderência da manta ao substrato.

Aguardar o tempo de liberação da área para posterior teste de estanqueidade, mantendo a área isolada e protegida contra tráfego de pessoas ou equipamentos.

Faça o teste de estanqueidade com uma lâmina de água que deve permanecer durante 72 horas no mínimo, sobre a área impermeabilizada para detecção de possíveis falhas na aplicação.

Após término do teste de estanqueidade, recomenda-se a aplicação da camada separadora usando o filme de polietileno. Este procedimento deve ser feito antes da proteção mecânica.

 

PROTEÇÃO MECÂNICA

Horizontal

Sobre a camada separadora executar uma argamassa de proteção mecânica de cimento e areia média, traço 1:4, desempenada com espessura de 3 cm. Execute em seguida o piso previsto.

 

Vertical

Sobre a impermeabilização, execute chapisco de cimento e areia, traço 1:3, seguido da execução de uma argamassa desempenada de cimento e areia média, traço 1:4, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva Fixomat AR Plus e 2 volumes de água. A argamassa deverá ser armada com tela plástica, subindo 10 cm acima da manta asfáltica.

RECOMENDAÇÕES DE USO

Em ambientes fechados é recomendada a ventilação forçada e por segurança, o botijão de GLP deve estar em local ventilado e distante da chama do maçarico.

A intensidade da chama do maçarico deve ser controlada para não danificar a manta asfáltica.

O tráfego intenso de pessoas ou equipamentos sobre as áreas já impermeabilizadas podem ocasionar dano ao produto e ao serviço executado.

 

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA

Para esclarecimentos sobre manuseio e segurança do produto, acesse a FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) disponível em nossa home page www.betumat.com.br.

Recomenda-se utilizar EPI’s adequados como: luva de raspa, capacetes, botas, óculos de segurança, máscara de gases, avental de raspa de couro de mangas longas, para aplicação do produto.

 

 

ARMAZENAGEM

Armazenar em local seco, coberto e longe da fonte de calor.

Transporta e empilhar o material na vertical e sobre paletes.

 

VALIDADE DE ESTOCAGEM

12 (doze) meses a partir da data de fabricação