05/05/2015 - Mais que impermeabilização, a Viapol protege

  • Compartilhe

É fato! Mudanças climáticas, embora necessárias, afetam diretamente a saúde, especialmente daqueles que sofrem com as doenças respiratórias. Em um país tropical como o Brasil...mais ainda. Vivemos os extremos: hora o tempo está seco, hora úmido. A questão é que as duas condições acabam sendo prejudiciais.

 

Final do inverno e início da primavera, época de umidade do ar mais baixa, também é um período em que os tais danos respiratórios acometem considerável parte da população. E quando existe uma conjunção de baixa umidade do ar com problemas de umidade nas edificações, via de regra, são as crianças que mais padecem, desenvolvendo doenças como asma, rinite e bronquite, além de problemas dermatológicos em função da proliferação de fungos e bactérias por meio dos bolores e eflorescências.

 

A melhor maneira de diminuir o impacto que a umidade nas construções causa na saúde de seus usuários é estar atento a uma boa impermeabilização, feita na etapa correta da obra. E não é só isso: essa iniciativa certamente lhe poupará inúmeros prejuízos como destruição de móveis, roupas, objetos decorativos, manchas em revestimentos, pinturas e até mesmo comprometimento da estrutura da edificação.

 

Caso o problema da umidade esteja acontecendo em um ambiente profissional, além de todos os problemas citados acima, ainda terá o agravante de o funcionário precisar se ausentar muitas vezes para ir ao médico, o que diminuirá consideravelmente sua produtividade. Por isso, estar em um ambiente saudável, profissional ou não, é fundamental para o bom andamento da rotina e da saúde.